quarta-feira, 26 de abril de 2017

1 Reis 7 AS OBRAS DE SALOMÃO

1 Reis 7
AS OBRAS DE SALOMÃO
Leia um pouco e medite muito

1 Salomão edificou também a sua casa, levando treze anos para acabá-la. 2 Edificou ainda a casa do bosque de Líbano, de cem côvados de comprimento, cinquenta de largura e trinta de altura, sobre quatro ordens de colunas de cedros, e vigas de cedro sobre as colunas. 3 E por cima estava coberta de cedro sobre as câmaras, que estavam sobre quarenta e cinco colunas, quinze em cada ordem. 4 E havia três ordens de janelas, e uma janela estava defronte da outra janela, em três fileiras. 5 Todas as portas e esquadrias eram quadradas; e uma janela estava defronte da outra, em três fileiras. 6 Depois fez um pórtico de colunas, de cinquenta côvados de comprimento e trinta de largura; e defronte dele outro pórtico, com suas respectivas colunas e degraus. 7 Também fez o pórtico para o trono onde julgava, isto é, o pórtico do juízo, o qual era coberto de cedro desde o soalho até o teto. 8 E em sua casa, em que morava, havia outro átrio por dentro do pórtico, de obra semelhante à deste; também para a filha de Faraó, que ele tomara por mulher, fez uma casa semelhante àquele pórtico. 9 Todas estas casas eram de pedras de grande preço, cortadas sob medida, tendo as suas faces por dentro e por fora serradas à serra; e isto desde o fundamento até as beiras do teto, e por fora até o grande átrio. 10 Os fundamentos eram de pedras de grande preço, pedras grandes, de dez e de oito côvados, 11 e por cima delas havia pedras de grande preço, lavradas sob medida, e madeira de cedro. 12 O átrio grande tinha em redor três ordens de pedras lavradas, com uma ordem de vigas de cedro; assim era também o átrio interior da casa do Senhor e o pórtico da casa. 13 O rei Salomão mandou trazer de Tiro a Hirão. 14 Era ele filho de uma viúva, da tribo de Naftali, e fora seu pai um homem de Tiro, que trabalhava em bronze; ele era cheio de sabedoria, de entendimento e de ciência para fazer toda sorte de obras de bronze. Este veio ter com o rei Salomão, e executou todas as suas obras. 15 Formou as duas colunas de bronze; a altura de cada coluna era de dezoito côvados; e um fio de doze côvados era a medida da circunferência de cada uma das colunas; 16 também fez dois capitéis de bronze fundido para pôr sobre o alto das colunas; de cinco côvados era a altura dum capitel, e de cinco côvados também a altura do outro. 17 Havia redes de malha, e grinaldas entrelaçadas, para os capitéis que estavam sobre o alto das colunas: sete para um capitel e sete para o outro. 18 Assim fez as colunas; e havia duas fileiras de romãs em redor sobre uma rede, para cobrir os capitéis que estavam sobre o alto das colunas; assim fez com um e outro capitel. 19 Os capitéis que estavam sobre o alto das colunas, no pórtico, figuravam lírios, e eram de quatro côvados. 20 Os capitéis, pois, sobre as duas colunas estavam também justamente em cima do bojo que estava junto à rede; e havia duzentas romãs, em fileiras em redor, sobre um e outro capitel. 21 Depois levantou as colunas no pórtico do templo; levantando a coluna direita, pôs-lhe o nome de Jaquim; e levantando a coluna esquerda, pôs-lhe o nome de Boaz. 22 Sobre o alto das colunas estava a obra de lírios. E assim se acabou a obra das colunas. 23 Fez também o mar de fundição; era redondo e media dez côvados duma borda à outra, cinco côvados de altura e trinta de circunferência. 24 Por baixo da sua borda em redor havia betões que o cingiam, dez em cada côvado, cercando aquele mar em redor; duas eram as fileiras destes botões, fundidas juntamente com o mar. 25 E firmava-se sobre doze bois, três dos quais olhavam para o norte, três para o ocidente, três para o sul e três para o oriente; e o mar descansava sobre eles, e as partes posteriores deles estavam para a banda de dentro. 26 A sua grossura era de três polegadas, e a borda era como a de um copo, como flor de lírio; ele levava dois mil batos. 27 Fez também as dez bases de bronze; cada uma tinha quatro côvados de comprimento, quatro de largura e três de altura. 28 E a estrutura das bases era esta: tinham elas almofadas, as quais estavam entre as junturas; 29 e sobre as almofadas que estavam entre as junturas havia leões, bois, e querubins, bem como os havia sobre as junturas em cima; e debaixo dos leões e dos bois havia grinaldas pendentes. 30 Cada base tinha quatro rodas de bronze, e eixos de bronze; e os seus quatro cantos tinham suportes; debaixo da pia estavam estes suportes de fundição, tendo eles grinaldas de cada lado. 31 A sua boca, dentro da coroa, e em cima, era de um côvado; e era redonda segundo a obra dum pedestal, de côvado e meio; e também sobre a sua boca havia entalhes, e as suas almofadas eram quadradas, não redondas. 32 As quatro rodas estavam debaixo das almofadas, e os seus eixos estavam na base; e era a altura de cada roda de côvado e meio. 33 O feitio das rodas era como o de uma roda de carro; seus eixos, suas cambas, seus raios e seus cubos, todos eram fundidos. 34 Havia quatro suportes aos quatro cantos de cada base, os quais faziam parte da própria base. 35 No alto de cada base havia um cinto redondo, de meio côvado de altura; também sobre o topo de cada base havia esteios e almofadas que faziam parte dela. 36 E nas placas dos seus esteios e nas suas almofadas lavrou querubins, leões e palmas, segundo o espaço que havia em cada uma, com grinaldas em redor. 37 Deste modo fez as dez bases: todas com a mesma fundição, a mesma medida e o mesmo entalhe. 38 Também fez dez pias de bronze; em cada uma cabiam quarenta batos, e cada pia era de quatro côvados; e cada uma delas estava sobre uma das dez bases. 39 E pôs cinco bases à direita da casa, e cinco à esquerda; porém o mar pôs ao lado direito da casa para a banda do oriente, na direção do sul. 40 Hirão fez também as caldeiras, as pás e as bacias; assim acabou de fazer toda a obra que executou para o rei Salomão, para a casa do Senhor, 41 a saber: as duas colunas, os globos dos capitéis que estavam sobre o alto das colunas, e as duas redes para cobrir os dois globos dos capitéis que estavam sobre o alto das colunas, 42 e as quatrocentas romãs para as duas redes, a saber, duas carreiras de romãs para cada rede, para cobrirem os dois globos dos capitéis que estavam em cima das colunas; 43 as dez bases, e as dez pias sobre as bases; 44 o mar, e os doze bois debaixo do mesmo; 45 as caldeiras, as pás e as bacias; todos estes objetos que Hirão fez para o rei Salomão, para a casa do Senhor, eram de bronze polido. 46 O rei os fez fundir na planície do Jordão, num terreno argiloso que havia entre Sucote e Zaretã. 47 E Salomão deixou de pesar esses objetos devido ao seu excessivo número; não se averiguou o peso do bronze. 48 Também fez Salomão todos os utensílios para a casa do Senhor: o altar de ouro, e a mesa de ouro, sobre a qual estavam os pães da proposição; 49 os castiçais, cinco à direita e cinco à esquerda, diante do oráculo, de ouro puro; as flores, as lâmpadas e as tenazes, também de ouro; 50 e as taças, as espevitadeiras, as bacias, as colheres e os braseiros, de ouro puro; e os gonzos para as portas da casa interior, para o lugar santíssimo, e os das portas da casa, isto é, do templo, também de ouro. 51 Assim se acabou toda a obra que o rei Salomão fez para a casa do Senhor. Então trouxe Salomão as coisas que seu pai Davi tinha consagrado, a saber, a prata, o ouro e os vasos; e os depositou nos tesouros da casa do senhor.

Texto extraído da Bíblia Sem Fronteiras PT-BR

Vocabulário
Côvado: Unidade de medida que era baseada no comprimento do cotovelo à ponta do dedo médio; aproximadamente 42,8cm.
Pórtico: Local coberto à entrada de um edifício, de um templo, de um palácio etc..
Capitel: Remate ou coroamento de uma coluna, pilastra, balaústre etc.; que permite que o peso incida sobre os suportes.
Bojo: Saliência abaulada; proeminência convexa; parte mais larga de um corpo.
Abaulada: Com uma forma convexa ou curva.
Juntura: Ponto onde duas peças se juntam.






terça-feira, 25 de abril de 2017

1 Reis 6 O TEMPLO DE SALOMÃO É CONCLUÍDO

1 Reis 6
O TEMPLO DE SALOMÃO É CONCLUÍDO
Leia um pouco e medite muito

1 Sucedeu, pois, que no ano quatrocentos e oitenta depois de saírem os filhos de Israel da terra do Egito, no quarto ano do reinado de Salomão sobre Israel, no mês de Zive, que é o segundo mês, começou-se a edificar a casa do Senhor. 2 Ora, a casa que e rei Salomão edificou ao Senhor era de sessenta côvados de comprimento, vinte côvados de largura, e trinta côvados de altura. 3 E o pórtico diante do templo da casa era de vinte côvados de comprimento, segundo a largura da casa, e de dez côvados de largura. 4 E fez para a casa janelas de gelósias fixas. 5 Edificou andares em torno da casa, contra a parede, tanto do templo como do oráculo, fazendo assim câmaras laterais ao seu redor. 6 A câmara de baixo era de cinco côvados, a do meio de seis côvados, e a terceira de sete côvados de largura. E do lado de fora, ao redor da casa, fez pilastras de reforço, para que as vigas não se apoiassem nas paredes da casa. 7 E edificava-se a casa com pedras lavradas na pedreira; de maneira que nem martelo, nem machado, nem qualquer outro instrumento de ferro se ouviu na casa enquanto estava sendo edificada. 8 A porta para as câmaras laterais do meio estava à banda direita da casa; e por escadas espirais subia-se ao andar do meio, e deste ao terceiro. 9 Assim, pois, edificou a casa, e a acabou, cobrindo-a com traves e pranchas de cedro. 10 Também edificou os andares, contra toda a casa, de cinco côvados de altura, e os ligou à casa com madeira de cedro. 11 Então veio a palavra do Senhor a Salomão, dizendo: 12 Quanto a esta casa que tu estás edificando, se andares nos meus estatutos, e executares os meus preceitos, e guardares todos os meus mandamentos, andando neles, confirmarei para contigo a minha palavra, que falei a Davi, teu pai; 13 e habitarei no meio dos filhos de Israel, e não desampararei o meu povo de Israel. 14 Salomão, pois, edificou aquela casa, e a acabou. 15 Também cobriu as paredes da casa por dentro com tábuas de cedro; desde o soalho da casa até o teto, tudo cobriu com madeira por dentro; e cobriu o soalho da casa com tábuas de cipreste. 16 A vinte côvados do fundo da casa fez de tábuas de cedro uma divisão, de altura igual à do teto; e por dentro a preparou para o oráculo, isto é, para a lugar santíssimo. 17 E era a casa, isto é, o templo fronteiro ao oráculo, de quarenta côvados de comprido. 18 O cedro da casa por dentro era lavrado de botões e flores abertas; tudo era cedro; pedra nenhuma se via. 19 No meio da casa, na parte mais interior, preparou o oráculo, para pôr ali a arca do pacto do Senhor. 20 E o oráculo era, por dentro, de vinte côvados de comprimento, vinte de largura e vinte de altura; e o cobriu de ouro puro. Também cobriu de cedro o altar. 21 Salomão, pois, cobriu a casa por dentro de ouro puro; e estendeu cadeias de ouro diante do oráculo, que cobriu também de ouro. 22 Assim cobriu inteiramente de ouro a casa toda; também cobriu de ouro todo o altar do oráculo. 23 No oráculo fez dois querubins de madeira de oliveira, cada um com dez côvados de altura. 24 Uma asa de um querubim era de cinco côvados, e a outra de cinco côvados; dez côvados havia desde a extremidade de uma das suas asas até a extremidade da outra. 25 Assim era também o outro querubim; ambos os querubins eram da mesma medida e do mesmo talho. 26 Um querubim tinha dez côvados de altura, e assim também o outro. 27 E pôs os querubins na parte mais interior da casa. As asas dos querubins se estendiam de maneira que a asa de um tocava numa parede, e a do outro na outra parede, e as suas asas no meio da casa tocavam uma na outra. 28 Também cobriu de ouro os querubins. 29 Quanto a todas as paredes da casa em redor, entalhou-as de querubins, de palmas e de palmas abertas, tanto na parte mais interior como na mais exterior. 30 Também cobriu de ouro o soalho da casa, de uma e de outra parte. 31 E para a entrada do oráculo fez portas de madeira de oliveira; a verga com os umbrais faziam a quinta parte da parede. 32 Assim fez as duas portas de madeira de oliveira; e entalhou-as de querubins, de palmas e de flores abertas, que cobriu de ouro também estendeu ouro sobre os querubins e sobre as palmas. 33 Assim também fez para a porta do templo umbrais de madeira de oliveira, que constituíam a quarta parte da parede; 34 E eram as duas partes de madeira de cipreste; e as duas folhas duma porta eram dobradiças, como também as duas folhas da outra porta. 35 E as lavrou de querubins, de palmas e de flores abertas; e as cobriu de ouro acomodado ao lavor. 36 Também edificou o átrio interior de três ordens de pedras lavradas e de uma ordem de vigas de cedro. 37 No quarto ano se pôs o fundamento da casa do Senhor, no mês de Zive. 38 E no undécimo ano, no mês de bul, que é o oitavo mês, se acabou esta casa com todas as suas dependências, e com tudo o que lhe convinha. Assim levou sete anos para edificá-la.

Texto extraído da Bíblia Sem Fronteiras PT-BR


Vocabulário
Pórtico: Local coberto à entrada de um edifício, de um templo, de um palácio etc.
Côvado: Unidade de medida que era baseada no comprimento do cotovelo à ponta do dedo médio; aproximadamente 42,8cm.
Gelósia: É uma estrutura constituída por treliças de madeira capazes de vedar vãos de janelas, formando uma espécie de gaiola.
Oráculo: Neste caso significa o local sagrado; pode significar profeta ou profecia também.






segunda-feira, 24 de abril de 2017

1 Reis 5 O CONTRATO COM O REI DE TIRO

1 Reis 5
O CONTRATO COM O REI DE TIRO
Leia um pouco e medite muito


1 Hirão, rei de Tiro, enviou os seus servos a Salomão, quando ouviu que o haviam ungido rei em lugar de seu pai; porquanto Hirão fora sempre muito amigo de Davi. 2 Salomão, pois, mandou dizer a Hirão: 3 Bem sabes tu que Davi, meu pai, não pôde edificar uma casa ao nome do Senhor seu Deus, por causa das guerras com que o cercaram, até que o Senhor lhe pôs os inimigos debaixo dos seus pés. 4 Agora, porém, o Senhor meu Deus me tem dado descanso de todos os lados; adversário não há, nem calamidade alguma. 5 Pretendo, pois, edificar uma casa ao nome do Senhor meu Deus, como falou o senhor a Davi, meu pai, dizendo: Teu filho, que porei em teu lugar no teu trono, ele edificará uma casa ao meu nome. 6 Portanto, dá ordem agora que do Líbano me cortem cedros; os meus servos estarão com os teus servos; eu te pagarei o salário dos teus servos, conforme tudo o que disseres; porque tu sabes que entre nós ninguém há que saiba cortar madeira como os sidônios. 7 Quando Hirão ouviu as palavras de Salomão, muito se alegrou, e disse: Bendito seja hoje o Senhor, que deu a Davi um filho sábio sobre este tão grande povo. 8 E Hirão mandou dizer a Salomão: Ouvi o que me mandaste dizer. Eu farei tudo quanto desejas acerca das madeiras de cedro e de cipreste. 9 Os meus servos as levarão do Líbano até o mar, e farei conduzi-las em jangadas pelo mar até o lugar que me designares; ali as desamarrarei, e tu as receberás; também farás o meu desejo, dando sustento à minha casa. 10 Assim dava Hirão a Salomão madeira de cedro e madeira de cipreste, conforme todo o seu desejo. 11 E Salomão dava a Hirão vinte mil coros de trigo, para sustento da sua casa, e vinte, coros de azeite batido; isso fazia anualmente. 12 Deu, pois, o Senhor a Salomão sabedoria, como lhe tinha prometido. E houve paz entre Hirão e Salomão; e fizeram aliança entre si. 13 Também e rei Salomão fez, dentre todo o Israel, uma leva de gente para trabalho forçado; e a leva se compunha de trinta mil homens. 14 E os enviava ao Líbano por turnos, cada mês dez mil; um mês estavam no Líbano, e dois meses cada um em sua casa; e Adonirão estava sobre a leva. 15 Tinha também Salomão setenta mil que levavam as cargas, e oitenta mil que talhavam pedras nas montanhas, 16 afora os mestres de obra que estavam sobre aquele serviço, três mil e trezentos, os quais davam as ordens aos trabalhadores. 17 Por ordem do rei eles cortaram grandes pedras, de grande preço, para fundarem a casa em pedras lavradas. 18 Lavraram-nas, pois, os edificadores de Salomão, e os de Hirão, e os gebalitas, e prepararam as madeiras e as pedras para edificar a casa.


Texto extraído da Bíblia Sem Fronteiras PT-BR





quinta-feira, 20 de abril de 2017

1 Reis 4 A SABEDORIA DE SALOMÃO

1 Reis 4
A SABEDORIA DE SALOMÃO
Leia um pouco e medite muito


1 Assim foi Salomão rei sobre todo o Israel. 2 E estes eram os príncipes que tinha: Azarias, filho de Zadoque, era sacerdote; 3 Eliorefe e Aías, filhos de Sisa, secretários; Jeosafá, filho de Ailude, cronista; 4 Benaias, filho de Jeoiada, estava sobre o exército; Zadoque e Abiatar eram sacerdotes; 5 Azarias, filho de Natã, estava sobre os intendentes; Zabude, filho de Natã, era o oficial-mor, amigo do rei; 6 Aisar, o mordomo; e Adonirão, filho de Abda, estava sobre a gente de trabalhos forçados. 7 Salomão tinha doze intendentes sobre todo o Israel, que proviam de mantimentos ao rei e à sua casa; e cada um tinha que prover mantimentos para um mês no ano. 8 São estes os seus nomes: Ben-Hur, na região montanhosa de Efraim. 9 Ben-Dequer, em Macaz, Saalbim, Bete-Semes, Elom e Bete-Hanã; 10 Ben-Hesede, em Arubote; também este tinha Socó e toda a terra de Hefer; 11 Ben-Abinadabe, em toda a região alta de Dor; tinha este a Tafate, filha de Salomão, por mulher; 12 Baaná, filho de Ailude, em Taanaque e Megido, e em toda a Bete-Seã, que está junto a Zaretã, abaixo de Jizreel, desde Bete-Seã até Abel-Meolá, para além de Jocmeão; 13 o filho de Geber, em Ramote de Gileade; tinha este as aldeias de Jair, filho de Manassés, as quais estão em Gileade; também tinha a região de Argobe, o qual está em Basã, sessenta grandes cidades com muros e ferrolhos de bronze: 14 Ainadabe, filho de Ido, em Maanaim; 15 Aimaás, em Naftali; também este tomou a Basemate, filha de Salomão, por mulher; 16 Baaná, filho de Husai, em Aser e em Alote; 17 Jeosafá, filho de Paruá, em Issacar; 18 Simei, filho de Elá, em Benjamim; 19 Geber, filho de Uri, na terra de Gileade, a terra de Siom, rei dos amorreus, e de Ogue, rei de Basã; havia um só intendente naquela terra. 20 Eram, pois, os de Judá e Israel numerosos, como a areia que está à beira do mar; e, comendo e bebendo, se alegravam. 21 E dominava Salomão sobre todos os reinos, desde o rio até a terra dos filisteus e até o termo do Egito; eles pagavam tributo, e serviram a Salomão todos os dias da sua vida. 22 O provimento diário de Salomão era de trinta coros de flor de farinha, e sessenta coros e farinha; 23 dez bois cevados, vinte bois de pasto e cem ovelhas, afora os veados, gazelas, cabras montesas e aves cevadas. 24 Pois dominava ele sobre toda a região e sobre todos os reis daquém do rio, desde Tifsa até Gaza; e tinha paz por todos os lados em redor. 25 Judá e Israel habitavam seguros, desde Dã até Berseba, cada um debaixo da sua videira, e debaixo da sua figueira, por todos os dias de Salomão. 26 Salomão tinha também quarenta mil manjedouras para os cavalos dos seus carros, e doze mil cavaleiros. 27 Aqueles intendentes, pois, cada um no seu mês, proviam de mantimentos o rei Salomão e todos quantos se chegavam à sua mesa; coisa nenhuma deixavam faltar. 28 Também traziam, cada um segundo seu cargo, a cevada e a palha para os cavalos e os ginetes, para o lugar em que estivessem. 29 Ora, Deus deu a Salomão sabedoria, e muitíssimo entendimento, e conhecimentos múltiplos, como a areia que está na praia do mar. 30 A sabedoria de Salomão era maior do que a de todos os do Oriente e do que toda a sabedoria dos egípcios. 31 Era ele ainda mais sábio do que todos os homens, mais sábio do que Etã, o ezraíta, e do que Hemã, Calcol e Darda, filhos de Maol; e a sua fama correu por todas as nações em redor. 32 Proferiu ele três mil provérbios, e foram os seus cânticos mil e cinco. 33 Dissertou a respeito das árvores, desde o cedro que está no Líbano até o hissopo que brota da parede; também dissertou sobre os animais, as aves, os répteis e os peixes. 34 De todos os povos vinha gente para ouvir a sabedoria de Salomão, e da parte de todos os reis da terra que tinham ouvido da sua sabedoria.


Texto extraído da Bíblia Sem Fronteiras PT-BR





sexta-feira, 31 de março de 2017

A SEARA É GRANDE

A SEARA É GRANDE
Leia pouco e aprenda muito


Atualmente no ocidente existem muitas igrejas evangélicas. Porquanto vemos até uma ao lado da outra em alguns lugares. Mesmo assim há falta de obreiros dedicados. No Oriente e na África há grande falta de obreiros, além disso há países que proíbem a evangelização. Jesus nos exorta a orarmos para Deus levantar novos obreiros para a sua seara:
E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino, e curando toda sorte de doenças e enfermidades. Vendo ele as multidões, compadeceu-se delas, porque andavam desgarradas e errantes, como ovelhas que não têm pastor. Então disse a seus discípulos: Na verdade, a seara é grande, mas os trabalhadores são poucos. Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara. (Mateus 9:35-38)
Como crerão naquele em quem não ouviram falar?

E levantou-se e foi; e eis que um etíope, eunuco, mordomo-mor de Candace, rainha dos etíopes, o qual era superintendente de todos os seus tesouros e tinha ido a Jerusalém para adorar, regressava e, sentado no seu carro, lia o profeta Isaías. Disse o Espírito a Filipe: Chega-te e ajunta-te a esse carro. E correndo Filipe, ouviu que lia o profeta Isaías, e disse: Entendes, porventura, o que estás lendo? Ele respondeu: Pois como poderei entender, se alguém não me ensinar? E rogou a Filipe que subisse e com ele se sentasse. (Atos 8:27-31)
Porque a Escritura diz: “Ninguém que nele crê será confundido.” Porquanto não há distinção entre judeu e grego; porque o mesmo Senhor o é de todos, rico para com todos os que o invocam. Porque: “Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.” Como pois invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram falar? E como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? Assim como está escrito: “Quão formosos os pés dos que anunciam coisas boas!” (Romanos 10:11-15)
A evangelização é necessária em todo o mundo. Para que tudo corra bem deve ser feita de acordo com o Espírito Santo. Há lugares em que é muito perigoso praticar a evangelização. A igreja também deve orar pelos missionários que estão em outros países, para Deus protegê-los e lhes dar sabedoria.
Atualmente com a TV e Internet a palavra de Deus tem sido divulgada em todo o mundo, mas sabemos que as ovelhas necessitam de um pastor para cuidar delas.
Por isso ore, peça a Deus para preparar mais obreiros, peça para guardá-los e abençoá-los. A oração intercessória tem grande atenção do Senhor. Quando Deus vê a sinceridade da tua oração acerca dos irmãos também te abençoa, pois é galardoador dos homens de valor.

Deus abençoe,
R. S. Chaves





sexta-feira, 24 de março de 2017

A BASE DO EVANGELHO

A BASE DO EVANGELHO
Leia pouco e aprenda muito


Arrependimento, perdão e reconhecimento que Jesus é o Filho de Deus enviado ao mundo para nos remir dos nossos pecados. Esta é a base do evangelho.

Naqueles dias apareceu João, o Batista, pregando no deserto da Judeia, dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.” (Mateus 3:1-2)
Desde então começou Jesus a pregar, e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.” (Mateus 4:17)
e dizendo: O tempo está cumprido, e é chegado o reino de Deus. Arrependei-vos, e crede no evangelho. (Marcos 1:15)
Pedro então lhes respondeu: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo. Porque a promessa vos pertence a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe; a quantos o Senhor nosso Deus chamar. (Atos 2:38-39)
Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, de sorte que venham os tempos de refrigério, da presença do Senhor, (Atos 3:19)
Somente reconhecendo que Jesus Cristo é o Filho de Deus, enviado para nos remir dos pecados, pode nos proporcionar a salvação.

E como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado; para que todo aquele que nele crê tenha a vida eterna. Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é julgado; mas quem não crê, já está julgado; porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. E o julgamento é este: A luz veio ao mundo, e os homens amaram antes as trevas que a luz, porque as suas obras eram más. Porque todo aquele que faz o mal aborrece a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas. Mas quem pratica a verdade vem para a luz, a fim de que seja manifesto que as suas obras são feitas em Deus. (João 3:14-21)
Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus. Mas qualquer que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus. Não penseis que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada. Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra; e assim os inimigos do homem serão os da sua própria casa. Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim. E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim. Quem achar a sua vida perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim achá-la-á. (Mateus 10:32-39)
Jesus não engana ninguém. Ao aceitá-lo como único e suficiente salvador obtemos o perdão de Deus sobre tudo o que fizemos no passado, mas ele é bem claro nos avisando que seremos perseguidos, principalmente pelos nossos próprios familiares e pessoas chegadas a nós. O diabo não liga muito para quem já está nas suas mãos, mas quem escapou da condenação se tornando crente em Jesus é grandemente perseguido, pois ele quer pegá-lo de volta. Por isso temos que ser persistentes e vigilantes para que não venhamos a cair nas suas armadilhas. Cuidado, religião não salva ninguém. Mesmo você aceitando Jesus e se tornando um crente assíduo, se não permanecer na palavra pode se perder:

Venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. (Ap. 3:11)
Portanto seja persistente. Mantenha-se fiel à sua palavra e tu vais receber no porvir um novo corpo, incorruptível, imortal, semelhante ao dos anjos. Afinal, o que são cento e vinte anos comparados com a imortalidade? Com certeza vale a pena ser fiel.

Deus abençoe,
R. S. Chaves





quinta-feira, 23 de março de 2017

O MANDAMENTO DE JESUS

O MANDAMENTO DE JESUS
Leia pouco e aprenda muito

Jesus mandou que amássemos uns aos outros. Não somente aos irmão, mas também aqueles que nos perseguem e desejam o nosso mal:

Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei a vós, que também vós vos ameis uns aos outros. Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros. (João 13:34-35)
Ouvistes que foi dito: “Amarás ao teu próximo, e odiarás ao teu inimigo.” Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai que está nos céus; porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e faz chover sobre justos e injustos. Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis demais? Não fazem os gentios também o mesmo? Sede vós, pois, perfeitos, como é perfeito o vosso Pai celestial. (Mateus 5:43-48)
João também nos exorta a amarmos nossos irmãos:

Amados, não vos escrevo mandamento novo, mas um mandamento antigo, que tendes desde o princípio. Este mandamento antigo é a palavra que ouvistes. Contudo é um novo mandamento que vos escrevo, o qual é verdadeiro nele e em vós; porque as trevas vão passando, e já brilha a verdadeira luz. Aquele que diz estar na luz, e odeia a seu irmão, até agora está nas trevas. Aquele que ama a seu irmão permanece na luz, e nele não há tropeço. Mas aquele que odeia a seu irmão está nas trevas, e anda nas trevas, e não sabe para onde vai; porque as trevas lhe cegaram os olhos. (1 João 2:7-11)
Quem ama cuida. Quem ama deseja o bem. Quem ama ora a favor, nunca contra. Quem ama perdoa. Ame ao próximo como a ti mesmo. Faça aos outros o que queres que te façam.

Deus abençoe,
R. S. Chaves